Dicas Canadá

Por que fazer um Intercâmbio no Canadá

O número de brasileiros que foram fazer um intercâmbio no exterior em 2019, se comparado a 2017, cresceu de 302 mil para 365 mil – um aumento equivalente a 20.86%, segundo uma pesquisa feita pela Belta (Associação Brasileira Especializada em Educação Internacional). E o Canadá lidera a lista de destinos mais procurados por brasileiros há mais de 14 anos.

Destino Intercambio Brasileiros

Mas a pergunta que não quer calar: Por que? A liderança não é por acaso – os principais atrativos para a escolha dos brasileiros de fazer intercâmbio no Canadá, segundo os estudantes e agências consultadas na pesquisa, são os custos mais acessíveis (ainda mais se compararmos a cotação do dólar canadense com o dólar americano), a reputação de segurança, tolerância, receptividade calorosa e valores canadenses, e o renome do sistema de educação no Canadá, provenientes dos pesados investimentos no setor.

Se ainda quer ser mais específico, as principais cidades selecionadas para fazer intercâmbio são Toronto, Vancouver e Calgary – cada um por suas razões:

Toronto

Toronto

Toronto é a cidade mais populosa do Canadá – com mais de 5 milhões de habitantes – e tem um grande potencial quando o assunto é tecnologia, sendo um grande hub tecnológico mundial, reconhecido por sua economia crescente e vastas oportunidades de trabalho.


Vancouver


Vancouver

Se você gosta do outdoor, Vancouver é o lugar para você. São praias, ilhas, parques, trilhas e atrações de deixar qualquer um de boca aberta!

Além disso, engana-se quem acha que a indústria cinematográfica se concentra em Hollywood. Obras como O Homem de Aço, X-Men, Percy Jackson, 50 Tons de Cinza, Planeta dos Macacos, Godzilla, entre outros, foram filmadas em Vancouver.

A cidade também é atrativa pelos seus programas transformadores nas áreas de sustentabilidade ambiental, acessibilidade e inclusão.

Calgary


Calgary

Quando se pensa em Canadá, a maioria se foca nas duas cidades citadas acima – mas Calgary, além de ser uma das cidades mais populosas do país, com 1.2 milhões de habitantes, também é sede das principais empresas petrolíferas – sendo um centro financeiro e comercial.

É uma ótima opção para os brasileiros que querem aprender inglês no Canadá e ter uma experiência imersiva, mas ainda assim evitar a loucura das grandes cidades.

Um dos maiores atrativos fica por conta da paisagem: Localizada dentro de um parque nacional, Calgary é repleta de montanhas, cachoeiras, lagos e geleiras de tirar o fôlego.

E depois?


Depois de tudo isso, não é nenhuma surpresa dizer que grande parte dos intercambistas no Canadá, mesmo os que inicialmente pretendiam fazer apenas uma temporada de estudos, tenha interesse em se estabelecer no país. A Agência Canadense para a Educação Internacional fez um levantamento em 2018 com mais de 14 mil alunos:

Satisfacao Intercambistas

A segunda pergunta que devemos fazer é: Para quê? Segundo a mesma pesquisa feita pela Belta em 2019, o programa favorito pelos brasileiros no Canadá é o de aperfeiçoamento de línguas – e mantém essa posição há anos. Em segundo lugar vêm os programas de estudos e trabalho, e em terceiro, cursos de férias para adolescentes. 

A surpresa mesmo ficou por conta dos cursos de graduação, que passou de sexto lugar em 2017 para quarto em 2019, com um aumento de 37.7% em comparação. Para Laila Parada Worby, gerente da Crimson Education Brasil, empresa internacional de consultoria, esse crescimento leva em conta a preocupação dos brasileiros com o futuro de seu país. “O contexto político-econômico é muito mencionado por quem nos procura. Alguns pais e responsáveis acreditam que esses cortes (de verba pelo governo federal) vão prejudicar muito o ensino no País.”
Sobre a duração do intercâmbio, os programas mais curtos são a preferência:


Duracao Intercambio no Canada

A mesma pesquisa ainda constatou que 60% dos intercambistas são do sexo feminino, e a maioria viaja sozinha – Girl Power! 

E pra provar que não existe idade para ter experiências novas, o número de intercambistas acima de 50 anos aumenta cerca de 20% ao ano, sejam eles culturais ou educacionais. Segundo Maura Leão, presidente da Belta, “Em 2017 já tínhamos chegado na marca de 30 milhões de idosos no Brasil. Esse número só cresceu e ele também é refletido no setor de estudos no exterior. Afinal, esse público tem a tendência de já estar mais estável financeiramente e por isso podem fazer a tão sonhada viagem com intercâmbio que sempre quiseram fazer”.

E como fazer intercâmbio para o Canadá? Segundo a pesquisa, embora a maioria comece a pesquisar sobre programas e agências de forma online, a grande maioria (67%) fecham  pacote em uma loja física – isso significa que o fator segurança e atendimento pessoal ainda faz toda a diferença para o estudante e responsáveis.

———

Seja qual for sua idade, programa escolhido, gênero ou preferência – a Canucks está aqui para te apoiar durante todo o seu intercâmbio – desde a escolha do curso, aplicação de visto até sua estadia no Canadá! Entre em contato agora mesmo e torne o seu sonho realidade.